Sistema combate clonagem e fraudes de veículos zero KM

18/02/2022

Compartilhe:              


Sistema combate clonagem e fraudes de veículos zero KM

Publicação: 18/02/2022 às 09h00min

Captura de Tela 2022 02 16 a?s 14 53 30

ATPV-e é emitido na compra do veículo e atrela chassi ao CPF ou CNPJ do comprador

Implantando em todo o país no dia 24 de janeiro, a nova sistemática desenvolvida pelo Serpro em parceria com a Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran) vislumbra evitar fraudes e clonagem de veículos novos. A ferramenta é obrigatória para todos revendedores de veículos zero quilômetro a partir da qual informarão em cada venda o número da nota fiscal e do documento da pessoa física ou jurídica que efetuou a compra. A partir daí, é gerada a Autorização para Transferência de Veículo Eletrônica (ATPV-e), possibilitando o emplacamento do veículo. Sem essas informações, o automóvel não poderá ser registrado no Detran. A única exceção é para carros com venda direta das montadoras ou com encarroçamento posterior. Nesses casos, a implantação do sistema acontecerá ao longo de 2022.

“Essa ferramenta traz mais uma segurança no combate à clonagem de veículos novos, casando informações nacionalmente e direcionando um número de chassi a uma pessoa física ou jurídica específica” aponta o diretor técnico do DetranRS Fábio Santos.